Diretores e representantes do Comando Local de Greve com o reitor Henry Campos

Na tarde de ontem (18/12), o reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Henry Campos, recebeu diretores do Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais no Estado do Ceará (Sintufce) e representantes do Comando Local de Greve (CLG) para debater pauta relativa ao ponto eletrônico, paridade e 30h na UFC.

Questionado sobre a implantação do ponto eletrônico na UFC, Henry Campos declarou que a Universidade foi notificada em março pelo Ministério Público Federal (MPF) sobre a medição de controle da jornada de trabalho dos servidores da instituição. “Não podemos mais esperar, temos que fazer o que está na lei, o ponto eletrônico será colocado na UFC a partir de 2 de janeiro de 2018, caso contrário, o Módulo Integrado pelo Sigepe será implantado e isto não oferecerá nenhuma flexibilidade para as especificidades da instituição”. (Clique aqui e acesse o documento que delibera sobre o Módulo de Controle de Frequência).

Em relação a paridade, Keila Camelo, coordenadora Geral do Sintufce, encaminhou a discussão e solicitou que o assunto fosse amplamente debatido pela Comunidade Universitária. O reitor disse que os espaços da UFC estão abertos e à disposição para que as três categorias (técnicos, docentes e estudantes) realizem um seminário e discutam o assunto.

O coordenador Geral do Sintufce, José Raimundo Soares, solicitou ao reitor que a Comissão de Flexibilização das 30h aceite o relatório do estudo inicial para implantação da jornada de 30h nas unidades que se adequem ao decreto 4836/03 e portaria 3466/17, que estabelece as diretrizes gerais para regulamentação da flexibilização de carga horária dos servidores técnico-administrativos. Em resposta, Henry Campos garantiu o pedido.

 

contact
Endereço
Rua Waldery Uchoa, 50 | CEP: 60.020-110, Benfica / Fortaleza-CE
Telefone
3052.3650 / Fax: 3052.3651