Diretora do Andes - Raquel Dias, coordenadora de Comunicação e Imprensa do Sintufce - Alrineide Pereira,  coordenadora Geral do Sintufce - Keila Camelo e o coordenador de Administração e Finanças do Sintufce - Emanuel Abreu

Na tarde de ontem (30/01), o Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais no Estado do Ceará (Sintufce) promoveu, no auditório da Reitoria, a primeira assembleia dos técnico-administrativos em Educação (TAEs) da Universidade Federal do Ceará (UFC). A pauta da reunião tratou sobre informes, avaliação da greve 2017, retirada dos representantes para compor a Comissão Eleitoral que organizará a eleição dos TAEs membros ao Consuni UFC, além dos encaminhamentos.

Nos informes, a coordenadora Geral do Sintufce, Keila Camelo, esclareceu as dúvidas da categoria referentes a assembleia de prestação de contas, na qual, o Conselho de Representantes Sindicais de Base aprovou, por unanimidade, as contas da instituição. “O Conselho Fiscal, eleito na última eleição do Sintufce, foi convocado para apreciar as contas do sindicato de abril a setembro de 2017, porém, recusaram-se a comparecer, alegando que não reconheciam a vitória da gestão LUTE. No entanto, eles se esquecem que fomos legitimamente eleitos com 857 votos, tivemos o reconhecimento em assembleia geral da categoria, fomos empossados com ata de apuração elaborada e assinada pela Comissão Eleitoral e, além disso, obtivemos o reconhecimento da vitória da Chapa 30 na justiça através de decisão concedida pelo juiz da 39ª Vara Cível. Logo, deixo claro a legitimidade da nossa gestão, e que é prerrogativa desta instituição o chamado para que o Conselho de Representantes Sindicais de Base apreciem as contas do Sintufce”, explicou Keila.

CLIQUE AQUI E VEJA A ATA DA ELEIÇÃO 2017

CLIQUE AQUI E VEJA A LIMINAR DA 39ª VARA CÍVEL

Na ocasião, a professora da UECE e diretora do ANDES-SN, Raquel Dias, falou da atual conjuntura nacional discutida no 37º Congresso do ANDES-SN. “Nós compartilhamos de uma análise que após o impeachment da presidente Dilma o país passou a viver uma situação regressiva, principalmente do pronto de vista dos ataques contra os direitos sociais e políticos. Um dos temas centrais do Congresso foi o julgamento do ex-presidente Lula, e existe uma opinião comum, que envolve maior parte da esquerda e o ANDES compartilha dela, que esse julgamento faz parte de um retrocesso que o Brasil vem vivenciando desde 2016. No Congresso aprovamos uma moção contra a seletividade da justiça no julgamento de Lula, (...) e isso reafirma nossa posição enquanto sindicato, pela luta em favor da democracia e da classe trabalhadora”, contextualizou.

A assembleia foi encerrada com a retirada dos nomes dos servidores que irão compor a Comissão Eleitoral que organizará a eleição dos TAEs membros ao Consuni UFC. Os representantes escolhidos foram: Amanda Nobre Aguiar, Eliete Ramalho, Elizabeth Rocha e João Portácio. Para suplentes: Francisca Berenice Bezerra e Francisco Peres de Souza.

CLIQUE AQUI PARA VER MAIS FOTOS DA ASSEMBLEIA

 

contact
Endereço
Rua Waldery Uchoa, 50 | CEP: 60.020-110, Benfica / Fortaleza-CE
Telefone
3052.3650 / Fax: 3052.3651