As diretoras do Sintufce, Keila Camelo e Cássia Araújo, em reunião com a pró-reitora da UFC, Marilene Feitosa

Nesta tarde (24), o Sintufce esteve reunido com a pró-reitora de Gestão de Pessoas da Universidade Federal do Ceará (UFC), Marilene Feitosa, para cobrar a data da reunião de apresentação da Resolução da Jornada de Flexibilização de Trabalho dos Técnico-Administrativos em Educação da Universidade. A pró-reitora garantiu que até o dia 31 de janeiro estará discutindo com a Procuradoria da UFC uma data para apresentação do documento ao sindicato.

Fomos surpreendidos nos últimos dias por uma enquete realizada pelas redes sociais de um vereador de Acarape que perguntava aos cidadãos daquele município se gostariam que em 2019 se instalasse uma indústria ou mais um campus da universidade. Não cita o nome da UNILAB, mas utiliza-se de uma imagem de parte da UNILAB ainda em construção.

Nesta segunda-feira, 21 de janeiro, comemora-se o Dia Nacional de Combate À Intolerância Religiosa. A data, oficializada em dezembro de 2007, serve como alerta sobre o problema da intolerância gerado pelo desrespeito às diversas crenças existentes no mundo. Diante da questão, a data é também é considerada um marco pela luta ao respeito à diversidade religiosa, pois além de alertar sobre a discriminação no âmbito religioso, propõe a igualdade para reconhecer e legitimar as diferentes manifestações religiosas. Vale lembrar que o preconceito e a intolerância religiosa são considerados crimes no Brasil, passíveis de punição previstas no Código Penal.

ABRAVIPRE

A Associação Brasileira de Apoio às Vítimas de Preconceito Religioso (ABRAVIPRE) representa pessoas das mais diferentes origens com o mesmo objetivo: combater e acabar com toda e qualquer forma de intolerância religiosa. A instituição denuncia pessoas, líderes religiosos, igrejas e associações que abusam de seus semelhantes com preconceitos de motivação religiosa. Segundo o presidente da ABRAVIPRE, Sebastião Ramos, a entidade atua prestando apoio jurídico e psicológico a toda e qualquer vítima de preconceito religioso, praticado por instituições, pessoas individualmente ou por grupos de pessoas, independentemente da convicção religiosa do autor ou da vítima de discriminação, em qualquer parte do território nacional ou em países com os quais o Brasil mantém laços diplomáticos.

Clique AQUI para conhecer a ABRAVIPRE.

Na tarde do dia 16 de janeiro, os diretores do Sintufce estiveram reunidos com o reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Henry Campos, para cobrarem a nova Resolução sobre a Flexibilização da Jornada de Trabalho dos técnico-administrativos em Educação (TAEs), que ainda não foram contemplados com as 30 horas na UFC, e a retomada das atividades da nova Comissão responsável por estes processos de avaliação. 

Por meio de seu atendimento jurídico, o Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais no Ceará (Sintufce) continua atuando na obtenção de ganhos de causa em processos de servidores técnico-administrativos, contemplando ações nas áreas de Direito de Família, Civil e indenizações.

Um dos casos recentemente assessorados pelo Sintufce deu ganho de causa à servidora Nilséia Dias Lopes, que desempenha função de auxiliar na enfermagem, possuindo relação estatutária com a UFC e relação empregatícia com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH). A autora do processo teve assegurada a garantia de gozo das férias sem o prejuízo da remuneração, exceção feita ao terço constitucional, comprovadamente já quitado.

Em outro caso, o Sintufce obteve ganho de causa a favor do servidor Antônio Alberto Teles, que ocupa função de assistente administrativo na UFC. A ação assegurou ao filiado direito de receber o devido pagamento por horas extras prestadas durante período em que foi requisitado ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE/CE).

contact
Endereço
Rua Waldery Uchoa, 50 | CEP: 60.020-110, Benfica / Fortaleza-CE
Telefone
3052.3650 / Fax: 3052.3651