Após ato de repúdio dos técnico-administrativos da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) contra a antecipação arbitrária do ponto eletrônico na Instituição, a Reitoria Unilab revoga a Portaria (Nº 582/22), lançada em 1º de novembro, que obriga os TAEs a baterem o ponto a partir de 3/11 e somente pela rede de internet sob domínio da Unilab, não sendo possível o usuário logar por outra rede que não seja a autorizada pela Universidade.

A manifestação aconteceu na manhã do dia 3/11, no Campus da Liberdade, após os TAEs serem pegos de surpresa, pois a Portaria foi publicada um dia anterior ao feriado de 2/11 e após o expediente comercial. Além disso, a previsão para início do sistema de ponto eletrônico estava somente para o início de janeiro de 2023, conforme a Portaria Nº 572/22.

De acordo com a coordenadora de Campi do Sintufce, Karla Florentino, “a mobilização foi potente, pois houve uma adesão coletiva. Foi super importante ver a base unida e sem medo de falar suas angústias a respeito das condições de trabalho vivenciadas”.

Na oportunidade, Karla também destacou que nesta quarta-feira, 9/11, os TAEs discutirão, em Assembleia, questões relativas ao ponto eletrônico e sobre o programa de gestão na Universidade.

Abaixo, confira a Portaria de revogação e as fotos do ato de repúdio.

Portaria revogação pomto Unilab

contact
Endereço
Rua Waldery Uchoa, 50 | CEP: 60.020-110, Benfica / Fortaleza-CE
Recepção Sintufce
(85) 99199-7807