Contra a reforma da Previdência e os cortes de verbas na Educação, na manhã de sexta-feira, 14/06, os servidores técnico-administrativos em Educação (TAEs) da Universidade Federal do Ceará (UFC) se concentraram na Reitoria e seguiram em passeata para se unirem aos demais manifestantes na Praça da Bandeira, Centro de Fortaleza. Os TAEs da Universidade Federal do Cariri (UFCA) e servidores dos Campi UFC, também participaram de atos em seus respectivos municípios.

O movimento tomou as ruas do Centro de Fortaleza, e em caminhada os manifestantes seguiram até a Praça do Ferreira, onde o ato foi encerrado. Apitos, palavras de ordem e panfletagem alertavam a população sobre os ataques aos direitos da classe trabalhadora.

Keila Camelo, coordenadora do Sintufce, destacou que “com a mudança do sistema atual para o de capitalização, os fundos públicos serão administrados pelos bancos privados, com altas taxas de administração e pagamento de aposentadorias cada vez menores. Um exemplo de fracasso é o caso do Chile, que empregou este sistema e atualmente os aposentados vivem com 50% e até menos do que recebiam na ativa. Não podemos aceitar isso, temos que lutar para mantermos os nossos direitos”.

Os diretores do Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais no Estado do Ceará (Sintufce), juntamente com sua base, participaram ativamente de todo o movimento paredista convocado pelas Centrais Sindicais.

CLIQUE AQUI PARA VER AS FOTOS

contact
Endereço
Rua Waldery Uchoa, 50 | CEP: 60.020-110, Benfica / Fortaleza-CE
Telefone
3052.3650 / Fax: 3052.3651