Na tarde desta segunda-feira, 20, representantes da diretoria colegiada do Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais no Ceará (Sintufce) e de entidades representativas de estudantes e servidores docentes da Universidade Federal do Ceará (UFC) foram impedidos de acompanhar a reunião do Conselho Universitário (CONSUNI) para a definição da lista tríplice, que faz parte do processo eleitoral do novo reitor da UFC.

O grupo foi impedido de acessar o local da reunião e, em seguida, encaminhado para uma antessala na Reitoria da Universidade. A alegação da administração da UFC foi de que o espaço não comportaria todo o grupo, mas segundo a coordenadora Geral do Sintufce, Keila Camelo, essa informação não procede, pois apenas um representante de cada entidade estava reivindicando a entrada na sala do CONSUNI. Repudiamos veementemente essa decisão, pois fere os princípios democráticos da participação da comunidade universitária na reunião do Conselho. Mesmo assim, estamos aqui acompanhando para garantir que o reitorável mais votado na consulta realizada no último dia 8 encabece essa lista tríplice”, disse.

Aguarde mais informações sobre o andamento e a conclusão da reunião do CONSUNI.

O Brasil vive um momento de forte ebulição social, decorrente do choque causado por ameaças ao Estado Democrático de Direito. No dia 15, nós, da Educação, mostramos que podemos e vamos defender tudo o que conquistamos em relação à democracia e aos direitos fundamentais. Na Universidade Federal do Ceará (UFC), devemos manter a coerência e defender esses mesmos pilares. Nesse sentido, é decisiva a reunião que o Conselho Universitário (CONSUNI) da UFC realiza nesta segunda-feira, às 14h, para definir a lista tríplice para a escolha do reitor pelo presidente da República. A reunião acontece em meio à compreensão de que existem ameaças concretas à democracia na UFC.

Além dos decretos governamentais, há poucos dias causou espanto e indignação à comunidade universitária a tentativa do candidato que ficou em terceiro lugar na consulta de judicializar a sucessão na Reitoria da UFC. Corretamente, o juiz federal negou o pedido de liminar feito pelo candidato, reafirmando a autonomia da universidade como princípio constitucional. Antes mesmo, ficamos apreensivos com as articulações políticas que estariam em curso e com a possibilidade de termos, novamente, a nomeação de um reitor que não venceu a consulta interna. É preciso destacar que vivemos um momento em que as bases da democracia não podem ser afastadas em nenhum âmbito.

A consulta é o principal mecanismo que confere legitimidade à escolha do dirigente máximo da universidade, mesmo considerando o fato de haver uma proporcionalidade que não traz isonomia política aos três segmentos. Em relação à escolha do reitor, de forma anacrônica e como resquício de períodos não democráticos, a lei determina que a lista seja tríplice. Por isso, visando as‐ segurar o respeito ao resultado da consulta realizada junto à comunidade, tem havido na UFC, desde 1995, a composição de uma lista com o nome do vencedor e outros dois docentes. Os candidatos derrotados nos vários pleitos desde então, entendendo que suas pretensões à reitoria, por vias democráticas, encerravam-se com a consulta, declinaram de se apresentar como candidatos à lista tríplice no CONSUNI.

Henry Campos, em 2015, foi candidatura única, assim como Jesualdo Farias, em 2012. No entanto, em 2007, Ícaro Moreira concorreu com Ana Loiro, que ficou em segundo lugar e não manteve o nome no CONSUNI. Em 2003, René Barreira concorreu com Lindberg Gonçalves e Ernesto Pitombeira; estes últimos, derrotados na consulta, abdicaram de compor a lista no Conselho. Em 2007, Jesualdo Farias disputou a reitoria com Benito Azevedo e José Carlos Parente, e estes não se apresentaram ao Consuni. Isso também ocorreu em 1995 e em 1999, quando Roberto Cláudio Frota Bezerra foi eleito reitor nas duas ocasiões.

Esse acordo decorre do trauma político e institucional provocado pela indicação, por Fernando Collor, do professor Antônio Albuquerque, em 1992. Ele foi declarado interventor pela comunidade universitária e teve uma gestão turbulenta, cheia de atritos com os três segmentos.

Em 2019, a UFC escolheu um candidato que teve maioria absoluta nos três segmentos, inclusive no cômputo final, considerando a proporcionalidade determinada em Lei (70/15/15). A lei e a nota técnica são muito claras em afirmar que não há vinculação direta entre os nomes da consulta e os integrantes da lista tríplice que sairá do CONSUNI. Assim, entendemos que, para respeitar a vontade expressa pelos três segmentos da UFC, o mais legítimo seria o CONSUNI seguir a tradição democrática das últimas décadas e enviar ao Presidente da República, entre os participantes da consulta, apenas o nome do candidato mais votado.

A lista tríplice é um mecanismo indiferente à necessidade de legitimidade política do dirigente máximo de uma instituição complexa como uma universidade federal. A compreensão dessa necessidade já existe há quase três décadas entre nós. Não devemos regredir dela. As movimentações políticas e judiciais recentes dão a entender que a composição formal de uma lista tríplice seria mais relevante do que o respeito à decisão democrática da comunidade universitária. Não é.

Em vista disso, esperamos e confiamos que nossos representantes vão considerar e respeitar a escolha manifestada por toda a comunidade universitária na consulta realizada. Seguiremos, todos (as) juntos (as), na defesa de uma universidade pública, gratuita, de qualidade e socialmente referenciada.

*Adufc: Resistir é Preciso - Diretoria Eleita (2019-2021)*

*Sintufce* *Comissão Eleitoral para DCE e RD's da UFC 2019*

*Centro Acadêmico Batista Neto de Ciências Sociais* *Centro Acadêmico Amélia Alba de Geografia* *Centro Acadêmico Rodolfo Teófilo de Farmácia*

*Centro Acadêmico Maria de Lourdes da Conceição Alves de Ciências Ambientais*

*Centro Acadêmico Quatro de Dezembro da Zootecnia*

*Diretório Acadêmico Professor Valdinar Custódio de Ciências Biológicas*

*Centro Acadêmico professor Luiz Antônio Maciel - Gestão de políticas públicas*

*Centro Acadêmico Clóvis Beviláqua - Direito*

*Centro Acadêmico Ayrton Senna de Educação Física*

*Centro Acadêmico Ramiz Galvão de Biblioteconomia*

*Centro Acadêmico Maestro José Wanderley Alves da Música, Sobral*

*Centro Acadêmico Grasiela Barroso de Enfermagem*

 

rodapé

 

O Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais no Estado do Ceará (Sintufce), em parceria com o Diretório Central Dos Estudantes Da UFC e a diretoria eleita da Associação dos Docentes da UFC (ADUFC), convoca toda a comunidade acadêmica para acompanhar a reunião do CONSUNI que definirá a lista tríplice para escolha do novo reitor da UFC, nesta segunda-feira, 20, a partir das 14h, no pátio da Reitoria.

 

 

Na última sexta-feira, 17, foi encerrada a 80ª Semana Brasileira de Enfermagem, comemorada com uma vasta programação no Complexo Hospitalar da UFC, com apoio do Sintufce.Durante o II Simpósio de Enfermagem da  Maternidade Escola Assis Chateaubriand (MEAC), houve apresentação do grupo de violino do Sindicato. Já para os servidores do Hospital Universitário Walter Cantideo (HUWC), a programação de encerramento contou com uma confraternização com direito a homenagens, sorteio de brindes e um café da manhã, no pátio da Faculdade de Odontologia.

Clique AQUI para ver imagens com o resumo das  atividades realizadas no HUWC e na MEAC.

Será realizada na próxima segunda-feira, 20, a reunião do Conselho Universitário (CONSUNI) para elaboração da lista tríplice, última etapa do processo para escolha do novo reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC). A lista com os três reitoráveis, em seguida, será encaminhada ao Ministério da Educação e a nomeação do reitor é prerrogativa do Presidente da República. Após consulta à comunidade universitária da UFC, o o Prof. Custódio Luís Silva de Almeida, atual vice-reitor, obteve a maioria dos votos (7.772), representando cerca de 35% do total.Na sequência, o Prof. Antonio Gomes de Souza Filho, atual pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, obteve 3.499 votos e o Prof. José Cândido Lustosa Bittencourt de Albuquerque, atual diretor da Faculdade de Direito, obteve 610.

CLIQUE AQUI para ler a matéria completa sobre a consulta para escolha do novo reitor da UFC.

contact
Endereço
Rua Waldery Uchoa, 50 | CEP: 60.020-110, Benfica / Fortaleza-CE
Telefone
3052.3650 / Fax: 3052.3651