O maestro regente do Coral Vozes do Sintufce, Gonzaga Neto, fez uma participação musical na festa online do Complexo Hospitalar da Universidade Federal do Ceará (UFC), que é gerenciado pela empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), no dia de ontem, 22/12.

A transmissão foi realizada pelo canal do Youtube do Complexo Hospitalar e organizada pela Comissão Multisetorial criada pela Gerência Administrativa, que contou com o apoio do pessoal da Qualidade de Vida, da Comunicação, da Telessaúde, do SGPTI, da UDP, da Ouvidoria entre outros setores.


A Diretoria Colegiada do Sintufce parabeniza a diretora Maria Fátima Oliveira da Silva pela passagem do seu aniversário na data de hoje, 17 de dezembro. 

Fatinha, nome carinhoso pelo qual é chamada, é um ser humano especial e muito amiga de todos. Sempre participa com muito prazer de todas as atividades que o sindicato promove aos servidores. Presente em atos e comemorações do Sintufce, sempre se empenha em organizar o melhor para todos.

Neste dia especial, a Diretoria agradece por ser essa mulher forte, que enfrenta os desafios da vida com muita maestria, e deseja a você uma vida longa, cheia de saúde e alegrias.

Que Deus continue abençoando sua vida! Feliz aniversário!

Diretoria Colegiada do Sintufce

O Campus da Universidade Federal do Cariri (UFCA) em Brejo Santo foi alvo, na última segunda-feira, 13, de uma ação de vandalismo praticada, supostamente, por um grupo de apoio ao governo Bolsonaro, que arrancaram uma faixa com mensagens de protesto contra a reforma Administrativa. A ação foi registrada em vídeo e divulgada pelos próprios autores nas redes sociais e por grupos de WhatsApp.

O material faz parte de uma campanha do Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais no Estado do Ceará (Sintufce) para alertar e conscientizar os servidores técnico-administrativos da Universidade Federal do Ceará (UFC), da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) e da UFC – alvo do ataque – sobre os riscos que a reforma Administrativa representa para a carreira dos TAE e também para a manutenção de serviços públicos essenciais como saúde e educação.

O ato de vandalismo no Campus da UFCA motivou a divulgação de uma nota de repúdio assinada pelo Sintufce em conjunto com o Sindicato dos Docentes das Universidades Federais do Estado do Ceará (ADUFC), condenando o que consideram uma atitude que reforça o discurso de ódio e antidemocrático do governo Bolsonaro e de seus apoiadores. “A retirada de nossa faixa, que chamava a atenção para as críticas a este governo Bolsonarista, afixada nos muros de uma Universidade, nos impele a exigir respeito e cumprimento do nosso direito de expressar as referidas críticas. Afinal, estamos numa democracia garantida constitucionalmente”, diz a nota.

 

brejo santo 2

homem supostamente ligado ao grupo responsável pela remoção da faixa de protesto contra a reforma Administrativa posa em frente ao material da campanha antes de ser removido. (Foto: Reprodução)

 

brejo santo 4

Homem supostamente responsável pelo ato de vandalismo registra, em tom de ameaça, o momento da remoção da faixa do Sintuce da fachada do Campus da UFCA em Brejo Santo. (Foto: Reprodução)

 

Leia a nota na íntegra a seguir.

 

Este governo não calará nossa voz!

A Universidade é espaço de diversidade. Espaço de Pluralidade de ideias. Espaço aberto para o debate amplo e franco. Por isso, causa preocupação ver esse espaço assaltado pela intolerância, pelo preconceito, pela postura mais rasteira, que hoje chamam de política, mas que, na verdade, nada mais é que o velho autoritarismo, que deseja calar quem ousa pensar diferente. Para isso, usa de desinformação, mentiras e engano, querendo assim ludibriar a população que sabe dos benefícios que a universidade traz para sua comunidade.

Ao contrário dos discursos de ódio, que caracterizam este governo brasileiro antidemocrático e neofacista, num país em que o trabalhador não possui nem mesmo o  direito ao trabalho, num país em que a aposentadoria se tornou um sonho distante e para muitos impossível e onde um presidente, por convicções políticas, ignora uma pandemia, que já vitimou mais de 180 mil brasileiros, enquanto continua a executar seu projeto de retirar  saúde e a educação pública do povo trabalhador, conclamamos o respeito aos nossos direitos de criticar.  

A retirada de nossa faixa, que chamava a atenção para as críticas a este  governo bolsonarista, afixada nos muros de uma Universidade, nos impele a exigir respeito e cumprimento do nosso direito de expressar as referidas críticas. Afinal, estamos numa democracia garantida constitucionalmente. Na faixa  lia-se o óbvio:

“NÃO É REFORMA ADMINISTRATIVA

É DESMONTE DO SERVIÇO PÚBLICO.

NÃO PODEMOS PAGAR A CONTA DA INCOMPETÊNCIA DO GOVERNO.

É O SERVIDOR PÚBLICO QUE ATENDE A POPULAÇÃO.

FORA BOLSONARO, GUEDES, MOURÃO E MAIA!”   

Nada na faixa é tão ofensivo, quanto os termos com que os bolsonaristas se referiram à Universidade. Arrancam nossa faixa, mostram essa ação grotesca em vídeos, na internet e nas redes sociais, mas não arrancam de nós a voz que mostra a realidade deste desgoverno.

Durante anos, SINTUFCE e ADUFC, entidades sindicais dos trabalhadores das universidades, não pouparam críticas a nenhum governo, se este atacava a Universidade, os direitos dos trabalhadores ou deixasse de cumprir com suas funções básicas. Agora, querem nos calar, diante do pior governo que o Brasil poderia ter, em qualquer tempo.

Não nos calarão. Seguiremos denunciando as maldades e ataques contra a Universidade. Esta instituição milenar resistirá a mais esses ataques, porque ela cumpre um papel social muito importante para a construção da nação brasileira.

Aos ataques, respondemos com nosso repúdio, nossa certeza de que as trabalhadoras e os trabalhadores, cada brasileira e brasileiro, no momento certo, saberemos dar a resposta com um basta, FORA BOLSONARO, chega!

Reafirmamos que a Universidade é autônoma! Portanto, diferente do que podem pensar os que não a conhecem, não estamos a soldo dos poderosos, dos donos do poder. A Universidade está a serviço do povo brasileiro! A Universidade é LAICA, PÚBLICA, GRATUITA E SOCIALMENTE REFERENCIADA!

Queremos deixar nosso apoio e reconhecimento à população de Brejo Santo, onde ocorreu esse fato tão irracional. Sabemos que Brejo Santo sempre esteve de braços abertos à Universidade e que continuaremos juntos pelo desenvolvimento da cidade, do Ceará e do Brasil.

Nossa solidariedade ao Diretor do Campus, Prof. Rodrigo, ameaçado de B.O., pelo simples fato de permitir que o Instituto de Formação de Educadores da Universidade Federal do Cariri atuasse como deve: permitindo a livre expressão de ideias da comunidade acadêmica. Aos servidores, reiteramos que seguiremos na luta. Não nos calarão.

Contra todo cerceamento da liberdade de expressão! Em defesa da liberdade de organização e protesto! Não para a criminalização dos lutadores!

Em defesa da autonomia universitária!

Fora Bolsonaro, Guedes, Mourão e Maia!

 

Diretoria Colegiada do Sintufce

Diretoria da ADUFC

 

Em função do Comunicado nº 85, de 31 de agosto de 2020, da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), ficaram suspensas as aplicações dos reajustes anual, bem comopor mudança de faixa etária, no período compreendido entre setembro e dezembro de 2020.

No dia 26 de novembro do corrente ano, em complemento ao Comunicado nº 85, foi publicado o Comunicado  87 da ANS, estabelecendo a forma de recomposição dos efeitos da suspensão dos reajustes de planos de saúde a partir de janeiro de 2021.

Desta feita, de janeiro a dezembro de 2021 voltam a ser aplicados os referidos índices aos beneficiários do plano de saúde Unimed, e a recomposição desse período de suspensão (setembro a dezembro), serão diluídos em 12 (doze) parcelas iguais e sucessivas.

Os boletos indicarão o valor da mensalidade e o valor da parcela relativa à recomposição para que o beneficiário saiba o que está sendo cobrado. 

Outros esclarecimentos poderão ser feitos pelos canais de atendimento do SINTUFCE. Para dúvidas referentes, entrar em contato com a Dra. Dayse do Vale através do número (85) 99148-7411

A Diretoria Colegiada do Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais no Estado do Ceará, através do advogado Rodrigo Barreto, informa que foi protocolizado o recurso extraordinário do processo dos 47,94% contra o acórdão EREsp n° 1.657.041, que negou provimento de recurso em favor dos servidores da Universidade Federal do Ceará (UFC), filiados ao Sintufce, que são parte deste processo.

contact
Endereço
Rua Waldery Uchoa, 50 | CEP: 60.020-110, Benfica / Fortaleza-CE
Telefone
3052.3650 / Fax: 3052.3651