Paralisa enfermagem 2

Representantes da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais no Estado do Ceará (Sintufce) se uniram a milhares de profissionais de enfermagem do setor público e privado, que realizaram manifestação em Fortaleza na manhã desta quarta-feira, 21. O protesto faz parte da paralisação das entidades representativas em todo o País. A categoria desaprova a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que manteve a suspensão da Lei 14.434, referente aos pisos salariais de profissionais de Enfermagem.

Em passeata, técnicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem saíram da rua Visconde do Rio Branco, em frente ao Hospital Regional da Unimed, e percorreram a avenida Aguanambi, passando pelo Hospital Antônio Prudente, do grupo Hapvida, e pelo Uniclinic. O destino final foi o Instituto doutor José Frota (IJF), no Centro. Durante o percurso,  os profissionais seguiram com faixas, cartazes e gritos de protesto contra a decisão do STF e a desvalorização da categoria por parte dos empresários do setor.

Paralisa enfermagem3

 

Saiba Mais

Em 4 de agosto, a Lei 14.434, que criou o piso salarial da Enfermagem, foi sancionada. No entanto, no dia 15 de setembro, o plenário do STF manteve,  por 7 votos a 4, uma decisão do ministro Luís Roberto Barroso que suspendeu a lei que fixa pisos salariais para enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares de enfermagem e parteiras.

A decisão foi resultado de um pedido da Confederação Nacional de Saúde, Hospitais e Estabelecimentos de Serviços, que questiona a validade da medida por entender que a fixação de um salário-base para a categoria terá impactos nas contas de unidades de saúde particulares pelo país e nas contas públicas de estados e municípios. As empresas do setor, por sua vez, também indicaram a possibilidade de demissão em massa e de redução da oferta de leitos.

A liminar que suspendeu os efeitos desta Lei também determina um prazo de 60 dias para que entidades da área da saúde pública e privada apresentem esclarecimentos sobre os impactos da medida. Após esse período, a liminar será reavaliada.

Veja mais fotos do protesto dos profissionais da enfermagem em Fortaleza.

 

 

Só a luta pode mudar a vida, conquistar direitos e impedir o desmonte da Educação e Saúde públicas. O SINTUFCE já vem alertando sobre isso faz tempo. Agora chegou a hora de todas e todos lutarmos para que o Piso da Enfermagem seja efetivado!

Depois de muita luta, de muita discussão e pressão, o Congresso aprovou o piso para estes profissionais tão importantes no dia a dia do Complexo Hospitalar. Sem eles, o atendimento de excelência que caracteriza o nosso o Hospital Universitário, a MEAC e todos os demais equipamentos que compõe o Complexo Hospitalar da UFC.

A Educação e a saúde mais do que sofreram neste governo: cortes de verbas, jornadas de trabalho extenuantes, exposição ao risco da COVID-19, entre outras coisas, marcaram o dia a dia dos profissionais neste governo. Não vamos aceitar que o STF, apoiado em uma concepção na qual a culpa dos problemas financeiros de empresas e dos governos seja dos salários, acabe impedido a efetivação da lei 14.434/2022, que instaura o piso da Enfermagem.

Nós, Servidores Técnico-Administrativos em Educação, categoria composta por centenas de profissionais da Enfermagem, não podemos aceitar passivamente que direitos caiam por terra como as folhas secas no outono! Amargamos seis anos sem reajuste e sabemos bem o que significa ver nossos salários cada vez mais corroídos pela inflação e pelo aumento do custo de vida causado pelas políticas de Bolsonaro. A luta pelo piso, nestes termos, é em defesa da saúde pública, dos direitos, do serviço público, enfim de todas as brasileiras e brasileiros que têm o SUS como único atendimento de saúde!

O SINTUFCE encampará de todas as formas a luta para que enfermeiros e enfermeiras,  técnicos e técnicas  de enfermagem  no PCCTAE obtenham o respeito e a dignidade que merecem e que a categoria possa também ter seu direito ao PISO, como profissionais de enfermagem!

Implementação do PISO NACIONAL DA ENFERMAGEM JÁ!

CONTRA OS CORTES NA EDUCAÇÃO!

POR UMA UNIVERSIDADE PÚBLICA GRATUITA E DE QUALIDADE!

EM DEFESA DO COMPLEXO HOSPITALAR!

Diretoria Colegiada do Sintufce

A Diretoria Colegiada do SINTUFCE tem o compromisso com a base sindical da UFC, da UNILAB e da UFCA, tanto com os servidores ativos, quanto com aposentados e pensionistas, e, por vezes, se vê à frente de decisões que impactam a categoria como um todo, mas a gestão sindical deve ser pautada na ética e na transparência, requisitos fundamentais para a união da categoria, principalmente em momentos como os que vivenciamos agora, em que a defesa da carreira, da universidade e das próprias condições de vida e trabalho exigem que nos levantemos em LUTA.

Desse modo viemos informar à categoria que, diferente do que vem sendo divulgado em áudios e postagens de WhatsApp, que procuram criar um clima de desavenças e intranquilidade, por meio de alegações truncadas e incompletas, a Diretoria Colegiada resolveu, ressalte-se, INTERROMPER as atividades do consultório médico do SINTUFCE, que ainda funcionará até este mês de setembro. Depois disto, vamos dar uma pausa, até as devidas regularizações.

O consultório surgiu durante a pandemia, quando o ambulatório do servidor na UFC estava sem médicos, e cumpriu papel importante no atendimento à saúde de nossas aposentadas e aposentados. No entanto, passada a pandemia, precisaremos regularizar as ações desse equipamento, de acordo com os normativos e regramentos que regulam a oferta de Saúde.

Seríamos irresponsáveis em manter um consultório sem observar as regulações necessárias, o que poderia gerar problemas futuros ao nosso SINTUFCE, portanto, interromperemos as atividades, de forma responsável, dialogando com os profissionais para que até o final do mês de setembro, os servidores atendidos e que estão em acompanhamento possam ser encaminhados para continuação de seus tratamentos no ambulatório do servidor e/ou em outros equipamentos de saúde.

A Diretoria Colegiada reafirma sua fé no diálogo e na construção coletiva de soluções para nossa categoria, alcançando todos os TAEs do Ceará, na UFC em Fortaleza e nos campi, na UNILAB e na UFCA.

LUTE sempre! SINTUFCE de todas as caras, de todas as cores e de todas as lutas!

Em nota divulgada pela FASUBRA Sindical, o Forum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe), lançou uma carta-manifesto às Brasileiras e aos Brasileiros em defesa do Serviço Público e das Servidoras e Servidores. “Em um país como o Brasil, o serviço público é um setor estratégico para atender a população e para diminuir essas desigualdades. Que o serviço público brasileiro seja do tamanho da necessidade do povo brasileiro, sempre!”, diz o texto.

Assine a carta através do link e compartilhe com os seus amigos: https://fonasefe.org/carta-as-brasileiras-e-aos-brasileiros-em-defesa-do-servico-das-servidoras-e-servidores-publicos

 

 

Em um país como o Brasil, o serviço público é um setor estratégico para atender a população e para diminuir essas desigualdades.

É por isso que o Fonasefe, lança a Carta-manifesto às Brasileiras e aos Brasileiros em defesa do Serviço Público e das Servidoras e Servidores.

IMG 0401

Assine a carta através do link e compartilhe com os seu amigos: https://fonasefe.org/carta-as-brasileiras-e-aos-brasileiros-em-defesa-do-servico-das-servidoras-e-servidores-publicos

Que o serviço público brasileiro seja do tamanho da necessidade do povo brasileiro, sempre! 

Fonte: Fonasefe

Subcategorias

contact
Endereço
Rua Waldery Uchoa, 50 | CEP: 60.020-110, Benfica / Fortaleza-CE
Recepção Sintufce
(85) 99199-7807